domingo, 24 de fevereiro de 2008

pedra olhar parado
fixado na próxima ação

(aproximação)

toque, tato
a pele em pêlos
à flor do vento
à flor da brisa

toque
saliva
sangue
suor

fogo
cigarro
silêncio
calado

inspira
expira
absorve
e morre.

10 comentários:

Carolina de Castro disse...

Engraçado vc ter escrito desta forma.
Para mim a temática central é as sensações.
Sensações, tão ligadas as emoções.
E, quem nunca teve um grande conflito com esses dois aspectos?
São emoções opostas, apesar de complementares.
Observe:
Insipração - Expiração
Vento - Brisa
Parado - Ação.
Sua escrita foi sutíl e iluminada
Beijos e otima semana

Maranganha, Poeta e Assassinador de Escritos disse...

Se continuarmos a la Augusto dos Anjos, teremos algo sobre a podridão e o erotismo do verme após a morte.

binho miguel disse...

Por acaso achei.
E tuas palavras me prenderam aqui.
Li reli e li novamente alguns dos teus escritos.

Só posso resumir o que me veio na cabeça a cada texto lido!

SENSACIONAL!

*:

Carolina de Castro disse...

Não escreveu mais? =/
Esta de férias? =P
Bjos

Pintando estrelas no muro disse...

Absor-vida.

Paula disse...

que bonito aqui.

Luzia Daza disse...

que coisa bela! te achei e me encantei! lindo!

um beijo!

Clarissa às claras disse...

Gostei do teu blog!!
Achei pelo das meninas: Carol e Paula!!
Voltarei mais vezes e linkarei você lá no meu!!
Até mais!!

Camilinha disse...

Conhece o primeiro encontro do Vento com a Brisa? Passa lá nos pés descalços...

gostei muito daqui...

escreve, menina, mais...

beijos daqui...

cottidie disse...

brigadão pelo elogio, Márcia!

teus textos são ótimos, já te add nos meus favoritos.

see ya!