sábado, 9 de fevereiro de 2008

Prêmio Escritores da Liberdade

O Prêmio Escritores da Liberdade, inspirado no filme Freedom Writers, foi criado pelo blog Batom Cor de Rosa e me chegou pelas telas do Timbres e Cores e d’O poeta escreve calado, na solidão de sua alma.

O prêmio é um ótimo pretexto para a idéia de divulgar o trabalho de escritores e autores que utilizam o espaço virtual pra dividir suas emoções, seus sentimentos, suas histórias e seus textos.

Além dos cinco blogs que me cabem indicar, tomo a liberdade de também sugerir a leitura dos dois blogs supracitados.

O Timbres e Cores reúne as impressões de Polly Barros acerca do mundo. E que impressões! Ela é de uma sensibilidade e de uma lucidez que encantam. Além de seus escritos, o blog também traz recortes de outros autores, derramando muitas cores, sons e danças nas páginas da tela.

O poeta escreve calado, na solidão de sua alma, blog de George Ardilles, é humano. Muito humano. Todos os sentimentos, ânsias e inquietações que nos acompanham estão revelados na sua escrita. A solidão é pulsante, o amor é pulsante. Aqui, a vida pulsa.

Nas linhas que se seguem, vão trilhando os cinco blogs que indico, cinco escritores da liberdade, pessoas que trazem seus mundos para esse mundo:

A felicidade vai: o blog de Gilmara Joane me chamou muita atenção, de imediato, pela identificação que surgiu com o que ela escreve. Uma escrita que revela o que há de mais ordinário e vil, mas também o que há de mais doce, ingênuo e pueril nas pessoas. Tudo com uma linguagem muito concisa, enxuta e precisa!

Anteforma: foi por conta do blog de Alexandre Lima que comecei, de fato, a ler blogs com mais freqüência. A escrita de Alexandre escarra na cara. Escarra aquela vida real com cheiro de gente real e com som de ruas, casas e bares reais. Escarra nossa solidão, nossas misérias, nossos sonhos e devaneios. Há textos que me lembram roteiros de filme. E filme dos bons!

Instintos, doçuras e ferocidades – a escrita de Clarissa Marinho me chegou depois de tê-la conhecido. Aí vem a surpresa! Mesmo ela quase nunca parando em casa, porque vive nas festas desse mundo, ela ainda arrumava tempo para escrever! E com muita sensibilidade! Mesmo não gostando da síndrome dos maníacos do trechinho, vou abrir um parêntese para lembrar de Lispector:

“Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.”

Pois então, Clarissa toca.

Letricidade – a escrita de Renálide Carvalho nasce da caneta afiada no fio da vida. A poesia dela – e nossa, porque também nos revela – está nas ruas da madrugada, nos conflitos, no que é cortante, no que provoca arrepios, dores e prazeres.

Menina Mentira: Conheci Iza num fim de noite, num bar lotado e tendo que dividirmos mesa. Parece que ela captou no ar o gosto pela literatura e o assunto não poderia ter sido outro. Mais cervejas, guardanapos e troca de endereços. Depois veio a leitura do que ela escreve... e é tudo muito bom! Escrita criativa, perturbada, um universo feminino todo exposto e muito bem posto.


Quem recebeu o selo deve repassá-lo para mais 5 blogs. Pois então, faça uma boa ação e nos indique as boas leituras que moram no seu tempo.

7 comentários:

Carolina de Castro disse...

Cheguei ate aqui pelo blog da Polly.
Timbres e cores.
Gostei muito do seu tb!!
Poesia de nuvens, flores e muitos sabores!
Vou voltar mais vezes!
Beijos

Clarissa Marinho disse...

Marcinha,que honra sua indicaçao do meu blog!E tb não sei como vc arranja tempo pra escrever,ja q vive em festas e escreve muito bem,em poucas palavras revela seu mundo,interno e externo.Parabéns!Continue,continuemos!hehe
bjoo

Clementine disse...

pooooorraaaaaaaaaa
fala sério!
que honra.
nem escrevo bem.
já escrevi.
hoje é tudo uma bosta!
mas valeu mesmo pelo carinho!!!!

só cinco vai ser foda escolher.

Pintando estrelas no muro disse...

Ow Marcinha, só puder ver agora! Que lindo! A única coisa que posso dizer é que me sinto lisonjeada de ter sido colocada ao lado de pessoas tão competentes! Um abraço Marcia Flor. =]

A. disse...

marcianita! suas palavras sobre meu blogue me deixaram besta! :P e agradeço as sugestões de leitura, só conhecia o de Gilmara e o de Renálide, inclusive concordo com as indicações e com as palavras a respeito deles!

=***

Letricidade disse...

Olá, querid. saudades. agradeço pelo comentário sobre a minha poesia. estou morando em salvador. até mais. beijos a todos
meu tel agora é :(71)87946016

Anônimo disse...

necessario verificar:)