terça-feira, 29 de abril de 2008

presente tempo

um dia, uma noite
vários dias, várias noites
o tempo é agora
o agora é eterno

é ameno, é intenso
é dividido em micro-tempos
que nos sugam para uma realidade paralela
e avessa a tudo que não seja cor de vinho

um tanto de tempo
que não sei mais quanto dura
nem o quanto se prolonga

mas que sempre me arrasta

mas que sempre se arrasta
e mais que nunca me atravessa.

8 comentários:

A Lenda disse...

Verdade Universal!
Sincero feito água...

Carolina de Castro disse...

O tempo é o meu melhor amigo.
Eu ja escrevi isso e repito!
Eu gosto de esperar ele passar!
Bjos

Polly disse...

O tempo e suas faces, seus entreatos, seus contratempos... Anteontem escrevi sobre o (micro) tempo "chuvoso", o momento em que o espírito chove. Existe esse tempo, e é bom saber que ele passa, o tempo passa, a vida dá seus pulos... De tempos em tempos a vida passa.

Bjim =*

Polly disse...

Ou a gente passa por ela?!?

Clarissa Marinho disse...

Gostei,Marcinha!Lembrei daquela música 'tempo amigo,seja legal...'porque as vezes eu brigo com o tempo ou fico com raiva se ele passa rápido ou devagar demais,mas acho q ele sabe melhor que eu ne? hehe
=*

Maranganha, Poeta e Assassinador de Escritos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maranganha disse...

Soneto do Tema Vago

No varal da memória há esquecido
três quartos de um poema inacabado,
e os milhares de temas já perdidos
só retornam-me sendo temas vagos...

Tiago Vargas disse...

às formas do tempo
às tantas formas que no tempo se fazem
só posso responder com o silêncio
que é o tempo presente em todos os tempos que convivem juntos