sábado, 1 de agosto de 2009

para quem se foi




um nó une nós dois


um nó que de tão atado
chega a dar um nó na garganta

um nó que de tão apertado
me deixa frouxa para a vida

um no outro como nódoa
impregnados
ainda que distanciados.

5 comentários:

Chrisss disse...

Um nó insuportávelmente doloroso...
Que queima na garganta e no peito, arde sem dó da gente....
Dor indescritível que rasgou a minha alma....

Criar disse...

Um nó.
:*

Thereza Cristina disse...

'Nós' que fazem de nós seres de relações, participando de maneira tão bela da vida de outros e possibilitando a esses outros também adentrarem nossos espaços...

=**

Clarissa Marinho disse...

Que bonito!Tão lírico,parece música!Bem...que esse nó desate ou então ate de vez! ;)

Polly disse...

todo dia e sempre!