quarta-feira, 10 de junho de 2009

o tempo que vem

ansiosa, apressada
ando tropeçando nos dias
na ânsia de cair
em algum tom ameno
em alguma brisa azul
em qualquer cheiro doce
que me queira.

7 comentários:

Iza disse...

a melhor parte da sua poesia é que até os conflituosos e pertubadores dias soam com uma leveza de algodão doce nas suas palavras.

mas extremamente bem descritos.

um beijo chuchu!

Polly disse...

isso mesmo, tropeçando em travessões e acentos agudos... Pedindo as reticências presse tempo de agora...

ailton disse...

eu nunca sei o que comentar

regadora de idéias disse...

Eu também!

=*

A. disse...

alguma brisa azul

camomila disse...

como é poética tua inquietude =)

Devaneios permanentes disse...

Eu também procuro por isso..
Muito linda sua casa!
:)

Beijo!